Rivera > Blog > Mercado > Confira os principais aplicativos para fazer orçamento de obras sem dificuldade
aplicativos-rivera-moveis

Confira os principais aplicativos para fazer orçamento de obras sem dificuldade

18 de dezembro de 2018

Quando o assunto é reforma, prever despesas pode parecer simples, mas exige conhecimento técnico e gestão de itens, equipamentos e gastos com água, luz, entre outros elementos que devem ser planejados para que não haja gastos imprevistos no orçamento geral da obra. Pensando nas dificuldades que os profissionais deste segmento enfrentam, a Rivera Móveis escreveu este artigo e trouxe os 3 principais aplicativos que prometem facilitar a sua vida na hora de realizar o orçamento de obras.

Como fazer o orçamento?

Geralmente, o cronograma de orçamento de obras, é feito por um engenheiro, um arquiteto, um analista ou um coordenador técnico – que são aptos a realizar os cálculos exatos para o orçamento da obra completa.

Custo unitário básico – referência de cálculo

O Sinduscons (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) traz informações atualizadas com as cotações de preços relacionados à construção civil – essas informações podem ser utilizadas pelos profissionais do setor, como indicadores de referência para cobrança dos projetos, por exemplo.

Passo a passo para orçamento da obra

  • Tenha em mãos o projeto executivo e o memorial descritivo:

É essencial o projeto executivo ser acompanhado por um profissional, pois ele é completo e bem detalhado; fornece as informações necessárias dos cálculos e gastos para a realização da obra. Já o memorial descritivo, tem relação com os materiais necessários para a instalação.

  • Calcule os custos diretos e indiretos:

Com relação ao cálculo dos custos, faz-se uma análise por m² – é importante o profissional entender os conceitos dos cálculos para evitar imprecisões no orçamento – uma das maiores causas de diferença entre o orçado e o realizado.

  • Adicione taxas e impostos:

Com o planejamento de todas as taxas e impostos, dos custos diretos e indiretos (a Rivera traz abaixo quais são eles), basta adicionar os impostos que incidem sobre os serviços e os encargos sociais, além das taxas de licenciamento, burocracia e permissões.

  • Acrescente a porcentagem de lucro:

O lucro é a remuneração que se deseja ter com a obra, afinal, não seria nada interessante investir tanto tempo no projeto se o mesmo não oferecesse lucro. Em toda planilha de custos, aplique a porcentagem linearmente. O fechamento dos cálculos parciais pode ser feito no somatório final. Dizem que os custos mais o lucro é igual ao preço de venda.

Custos diretos

  • Materiais de composição;
  • Revestimentos;
  • Louças;
  • Metais e outras instalações;
  • Quantitativo de estrutura.

Custos indiretos

  • Consumo de água, energia elétrica e telefone;
  • Gastos com o telefone;
  • Transporte;
  • Mão de obra terceirizada;
  • Equipamentos;
  • Salários, seguros e outros.

Conheça abaixo os 3 aplicativos que vão facilitar a sua vida na hora de realizar o orçamento de obras

OrçaFascio: plataforma de orçamento de obras que usa a base de dados integrada ao Sistema Nacional de Pesquisas e Custos e índice da Construção Civil, que pode facilitar (e muito) sua vida na hora de esquematizar suas tabelas – com a possibilidade de exportá-la para o Excel. Disponível para IOS e Android.

CAPP: este aplicativo é mais voltado para cálculos rápidos de materiais para tarefas básicas, de construção e reforma de edificações. Disponível para Android e Desktop.

Reforma Simples: também é um aplicativo com ferramenta de cálculo básico, mas ele gera relatórios detalhados, listando os materiais por tipos de serviços. Como referência utiliza os dados divulgados pela Caixa Econômica Federal, IBGE e SINAPI. Disponível para Android e IOS.

Achou interessante este conteúdo? Compartilhe nas redes sociais e ajude seus colegas na hora de realizar o orçamento de obras. 😉